Natal


    Certo dia chuvoso eu estava muito confortável em casa tomando chocolate quente, com a alegria habitual de um dia de frio. Olhei pela janela e uma mulher passou correndo, fugindo da chuva, com muita raiva por ela e suas coisas estarem molhadas. Nesse momento eu percebi como as pessoas são assim. Como enquanto uma tão confortável e outra a poucos metros de distância estavam em situações tão diferentes. Os sentimentos são assim. Enquando uma pessoa ao meu lado está tranquila, por dentro de mim está acontecendo uma tempestade. O que fazer? Ninguém realmente sabe o que os outros passam por dentro.
    Alguns reclamam que no Natal as pessoas querem ser amorosas e no ano todo não são. Não gosto desta afirmação porquê ela é muito generalizada. Eu gosto de pensar que nessa época nós apenas afirmamos as relações. Alguns fogem à essa regra, mas não a maioria.
    Esse ano aconteceram muitas coisas ruins, mas posso afirmar que tive pessoas ao meu lado quando precisei, que ajudaram. Li em certo livro que a vida danifica a todos nós mas nós consertam os uns aos outros, e essa é uma afirmação que não concordo. Nós não podemos ser consertados, somos seres muito complexos, mas podemos ajudar uns aos outros a melhorar, a não nos destruirmos completamente. Nos importamos. 
     A equipe do Blog Trampoline deseja a todos um feliz Natal e um ótimo Ano Novo; que possamos nos ajudar e que possamos afirmar as nossas relações a partir de hoje. :)
Vejo vocês em 2015. 






2 comentários:

  1. Que bonito *-*
    Feliz natal e um ano novo lindo pra você e pro blog <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Vitória <3 pra você e sua família também!

      Excluir

Tecnologia do Blogger.