Resenha: O Árabe do Futuro - Riad Sattouf

Oi, people!!! Hoje falarei sobre uma história em quadrinhos muito massa que li esses dias: O Árabe do Futuro, de Riad Sattouf. Ganhei o exemplar de parceria com a Livraria Cultura, obrigada, lindos ♥. A resenha vai ser bem curta porque é uma biografia então o melhor jeito de se entender é realmente lendo, e olhe: vale a pena!! E fiquei muito feliz por ter ganhado esse livro porque desde que vi um texto que o Pedro Gabriel (o Eu Me Chamo Antônio) fez sobre ele eu fiquei apaixonada!! (Se quiser ver o texto do Pedro clique aqui)




Bom, começando pelo visual, o quadrinho é muito bem feito, amei a textura das folhas e os desenhos. O melhor detalhe é que cada lugar que tem uma cultura diferente ganhou uma cor diferente. Deu um contraste maior nas diferenças.



O livro conta a história do próprio autor em forma de quadrinhos. Riad era uma criança com mãe francesa e pai sírio. Depois de se acostumar com a França, seu pai, por motivos de trabalho, leva a família para morar na Líbia, em um regime ditatorial completamente diferente. Vemos pelos olhos de uma criança o quão gritante é a influência de culturas diferentes nos nossos pensamentos. Riad faz uma crítica particular em cada lugar que morou e analisa estritamente cada pessoa que conheceu.


É um livro bem forte e de caráter muito político que me lembrou bastante Persépolis. Acabamos percebendo, junto com Riad, o quanto alguns regimes são estranhos e controladores e o quanto as pessoas ficam robóticas quanto a isso.


É um quadrinho curto, porém, pelo seu tema, não é uma leitura que você consegue ler rápido, sem absorver todos os detalhes e criar discussões na sua mente.


Recomendo para os fãs de biografias, política e até de distopias, porque temos exemplos reais no mundo de possibilidades distópicas e não sabemos, hahaha. E também é interessante para quem quer se aprofundar mais na filosofia envolvida nesse gênero.


Enfim, leiam e espero que gostem assim como eu :).

Até mais :*.



Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.